terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Alegria e Amor: remédios eficazes

As doenças acometem meu corpo há mais de 10 anos, mas há 31 anos tenho as curado com muita alegria e amor. É bom saber que, apesar de muitos defeitos, tenho a qualidade da alegria. Pode até ser que meu jeito palhaço tenha sido uma forma de defesa para mascarar o tdah e dpac; mas é fato: amo ser rotulada como sarrista e humana.
Aos 31 anos, beirando os 32, posso afirmar que tenho orgulho das decisões que tomei, das guerras que enfrentei e da alegria e amor que levei. Não foi e nem é fácil, pois num mundo tão egoísta e egocentrico "ter bondade é ter coragem" (Renato Russo).
Ainda tenho esperança em cumprir meus projetos idealistas, sei que as doenças não vão me vencer, sou maior que elas; e o meu guia  (Deus) então as deixa no chinelo. kkk
O que é mais contraditório é a necessidade de isolamento para o meu fortalecimento e futura concretização de meus sonhos que envolvem multidões.
Então, para aqueles que estão dodoi eu receito: ALEGRIA pelo menos 3 x ao dia e AMOR próprio e aos outros de hora em hora!